São Paulo.

LANÇAMENTO: LIVRO DO PEDRO

Tempo de amar é um livro lindo, que conta a luta de Pedro, para não só agarrar a vida com as mãos - servindo-se para isso as mãos de seus pais - como para gozá-la em suas mínimas possibilidades. Em suas páginas o leitor vive inúmeras emoções e tem a possibilidade de redimensionar sua própria existência.
Vale a pena conhecer essa história!

VERSÃO IMPRESSA
 
VERSÃO PDF (E-book)
 R$ 24,90 com frete incluso no Brasil.
A versão em PDF é enviada para o seu e-mail gratuitamente.
Preencha o formulário ao lado e solicite o seu, que logo enviaremos.
 

A VERDADE SOBRE O E-MAIL QUE CIRCULA NA INTERNET

Este e-mail que circula na internet desde 1997 foi extraido do site que fizemos para divulgar e, quem sabe, conseguir uma resposta para o problema de Pedro. Na verdade, nós nunca enviamos e-mail a ninguém, alguém, muito especial, entrou na página do Pedro e copiou o texto que circula até hoje. 
Graças a esta divulgação fizemos muitos contatos e recebemos a solidariedade de pessoas especiais como você. Nosso objetivo em relação ao diagnóstico não foi alcançado até hoje, mas conhecemos a verdadeira dimensão da solidariedade entre as pessoas e isso é fantástico. 
No dia 3 de abril de 2016 Pedro fez 27 anos (o que muitos médicos julgavam improvável) e somos muito felizes por tê-lo ao nosso lado e por aprender tanto com ele. 
A cada dia temos provas de sua força interior e ganhamos mais forças para continuar lutando por ele. Este e-mail que você recebeu já deu a volta ao mundo muitas vezes e por causa dele já fizemos muitos contatos com médicos e hospitais.

Se você recebeu este e-mail e pretende repassar peço a gentileza de divulgar o site que contém informações atualizadas e dessa forma contribuir com a divulgação do livro.


Este site foi criado em 1997 quando a internet começava a dar os seus primeiros passos no Brasil. Não havia banda larga, mas mesmo com conexões discadas, a mensagem deste site chegava e continua chegando em toda parte do mundo. Há quem diga que este tipo de mensagem tenha sido a pioneira na internet.

De alguma forma, cansados, resolvemos parar com as pesquisas, com as tentativas que há 21 anos nos levam em vão para algum lugar. 
Nossa maior e infinita preocupação é, se dentro do mundinho dele, pôde perceber que queriamos com todas as internações, exames, agulhas, tapotagens, o seu bem estar.

Pedro necessita de carinho, de amor e assim ele terá até o fim de sua vida. Nós o amamos assim, do jeitinho que ele quis ser, nosso eterno bebê. Afinal, qual a mãe que quer ver seu filho longe de casa...Deus atendeu nosso pedido.

Clique no centro da imagem para entrar no site.

Revista ISTOÉ - veja reportagem 16 de maio de 2001
GNT - GLOBOSAT 15/16/17/18/19 de 02 / 2001
Jornal Folha de São Paulo/Revista 13/08/2000- Dias dos Pais
Seleções Reader's Digest Abril de 2000
Jornal Crônica (Argentina) 11 de março de 2000
Fantástico Rede Globo 24/31 de outubro de 1999
Jornal ZERO HORA (RS) 17 de julho de 1999
Revista Mais Vida Abril e maio de 1999
Rádio CBN (Entrevista) 1998
Cartas recebidas aprox.15 por dia (do mundo todo)
E-mails recebidos aprox. 120 por dia (do mundo todo)
Visitas ao Site do Pedro aprox. 28 mil por mês (do mundo todo)
You Tube + de 5 mil visitas ao vídeo



Reportagem de Marco Uchoa contada por
Pedro Bial e Gloria Maria no FANTASTICO.

 


O GRÊMIO FOOTBALL PORTOALEGRENSE
entrega um presente especial para o Pedro,
uma camisa autografada por Ronaldinho Gaucho.


Em Nome do Filho

A História de Pedro

Tempo de Amar

A peregrinação dos pais em busca de um diagnóstico para doenças desconhecidas.
Por Roberto de Oliveira.

Ver reportagem

Como uma família transformou o drama do filho em força e ajuda a outras pessoas.
Por Lia Bock

Ver reportagem

Tempo de amar é um livro lindo, que conta a luta de Pedro, para não só agarrar a vida com as mãos - servindo-se para isso as mãos de seus pais - como para gozá-la em suas mínimas possibilidades. Em suas páginas o leitor vive inúmeras emoções e tem a possibilidade de redimensionar sua própria existência.
Vale a pena conhecer essa história!

O TEMA QUE HOLLYWOOD ADORA
A LUTA DE PAIS PARA CURAR A DOENÇA DOS SEUS FILHOS.

FIRST DO NO HARM
Quando Lori Reimuller (Meryl Streep) descobre que o filho Robbie (Seth Adkins) tem epilepsia, num primeiro momento ela confia na equipe do hospital sobre a melhor forma de controlar o problema da criança. Mas Robbie piora a cada dia, o que a deixa primeiro frustrada e logo então desesperada. Lori decide iniciar suas próprias pesquisas sobre o assunto, tentando encontrar possíveis tatamentos alternativos. Um deles se chama Dieta Cetogênica. O médico do garoto não concorda com Lori no uso do tratamento, chegando inclusive a ameaça-la judicialmente e não permitir que ela tire a criança do hospital. Baseado em fatos reais, este drama traz alguns personagens que foram curados pela Dieta Cetogênica.

O ÓLEO DE LORENZO
Um garoto levava uma vida normal até que, quando tinha seis anos, estranhas coisas aconteceram, pois ele passou a ter diversos problemas de ordem mental que foram diagnosticados como ALD, uma doença extremamente rara que provoca uma incurável degeneração no cérebro, levando o paciente à morte em no máximo dois anos. Os pais do menino ficam frustrados com o fracasso dos médicos e a falta de medicamento para uma doença desta natureza. Assim, começam a estudar e a pesquisar sozinhos, na esperança de descobrir algo que possa deter o avanço da doença.
Lorenzo's Oil
Direção: George Miller
Atores: Susan Sarandon , Nick Nolte , Peter Ustinov , Kathleen Wilhoite , Gerry Bamman

DECISÕES EXTREMAS
O destino e a determinação pessoal levam um pai idealista (Brendan Fraser) a unir forças com um recluso pesquisador médico (Harrison Ford). Juntos essa dupla improvável enfrenta dificuldades extremas em sua batalha contra toda a classe médica e contra o próprio tempo na tentativa de encontrar uma cura antes que seja tarde demais. Decisões Extremas é uma história sobre o poder do amor e da fé contra o impossível. Inspirado no livro "The Cure", escrito pela escritora Gaeta Anand ganhadora do Prêmio Pulitzer.

PATCH ADAMS
Após uma tentativa de suicídio e voluntariamente ser internado em um hospital psiquiátrico, Hunter "Patch" Adams (Robin Willians) descobre um belo dom de poder ajudar as pessoas usando o bom humor. Dois anos depois, Patch entra em uma universidade de medicina para se formar como um respeitável médico e ajudar o mundo colocando alegria no coração de seus pacientes. Em uma classe cheia, com pessoas desconfiando de suas notas e julgando mal seu modo de alegrar os doentes, Patch vai lutar contra um desafio, mas com isso vai por uma mensagem dentro da universidade que não só contagiará de alegria seus amigos, mas sim um mundo todo, pois ele provará que o Amor é contagioso.

UMA HISTÓRIA DE AMOR
A pequena Anna não é doente, mas bem que poderia estar. Por treze anos, ela foi submetida a inúmeras consultas médias, cirurgias e transfusões para que sua irmã mais velha Kate pudesse, de alguma forma, lutar contra a leucemia que a atingiu ainda na infância. Anna foi concebida para que sua medula óssea prorrogasse os anos de vida de Kate, papel que ela nunca contestou... até agora. Tal como a maioria dos adolescentes, ela está começando a questionar quem ela realmente é. Mas, ao contrário da maioria dos adolescentes, ela sempre teve sua vida definida de acordo com as necessidades da irmã. Então, Anna toma uma decisão que seria impensável para a maioria, uma atitude que irá abalar sua família.

UMA ATO DE CORAGEM
Embora este filme não tenha sido real conta uma história que muitos pais já passaram.
Jonh Q. (nome original) numa atitude desesperada toma como refém o Hospital Pronto-Socorro após descobrir que seu plano de saúde não cobre a operação que seu filho precisa fazer, a de um transplante de coração. É um filme bastante instigante, com uma proposta muito perturbadora: a crítica aos "mercados dos planos de saúde" e a médicos inescrupulosos. A música no final faz com que todo "cast" do filme seja lido. (Patti Labelle - The Voice Inside My Heart)

 


Pedro recebeu a visita de Marina Mekaru e Nice Shinye, da Love Quilts Brasil, uma ONG que confecciona alcochoados com blocos bordados em ponto cruz e patchwork para crianças com graves problemas de saúde. Clique aqui para ver os blocos que já foram bordados. Pedro recebeu este lindo presente feito com muito amor e carinho.


 

Divulgue o livro do Pedro na sua rede social. 

TEMPO DE AMAR
Plantando Flores no Fundo do Poço.

Cheguei do hospital tarde da noite. Iria dormir em casa, novamente, após vários dias ao lado de Pedro. Naquela noite, como em muitas outras em que nos revezávamos, meu marido dormiria com ele. Estava sozinha e meu corpo inteiro transpirava a emoção vivida nos últimos dias. Dolorida e emocionada comecei a escrever e, assim, fui escrevendo durante, aproximadamente, quatro anos. Nesse tempo, muitas outras coisas aconteceram e, muitas vezes, modifiquei o que havia escrito. Não sabia exatamente o tom que queria dar ao meu texto, mas ele foi se construindo e ao final, tenho a sensação de ter conseguido algo, mesmo que essa seja uma sensação somente minha, e não daqueles que, porventura, venham a ler este livro.
Minha vontade, naquele momento, era falar de meu filho, Pedro, do quanto ele é especial para mim, para nós, e para todos aqueles que têm a oportunidade de conhecê-lo. Queria falar das coisas que vivo e aprendo com ele e compartilhar minhas descobertas nesta grande viagem que é a vida. Movida por emoções fui escrevendo...
Ser mãe, ser pai, de Pedro, tem nos oferecido as mais antagônicas emoções. São tempos de sofrimento intenso, quando se vai direto ao fundo do abismo e o coração dilacera de tanta dor, e tempos de intensa alegria, quando temos o prazer de sentir a mais sublime emoção e júbilo. É sobre essas emoções e sobre as experiências que nos proporcionaram essas emoções que quero falar.
Quero falar das experiências que me ensinaram a reconhecer que existe uma força dentro de todos nós que nos mantêm impunes, esperançosos e, ao mesmo tempo, ágeis durante as tempestades. Essa certeza, essa fé, quem sabe, é algo que sempre aponta caminhos e nos dá tranqüilidade e força para superar os momentos mais difíceis e, também, traz garra e determinação para nos adaptarmos às novas situações e continuar a travessia.
Quero falar da mágica ligação que temos com nossos filhos e com todas as pessoas que amamos. Quero falar da magia de recomeçar a cada dia, quero falar da magia da vida...
Neste livro, também quero contar toda a dor e dificuldade que passamos e que passam muitos casais que, como nós, têm filhos com síndromes ou doenças crônicas e raras. Quero contar como fomos auxiliados e como também, em muitos momentos, nos sentimos extremamente só. 
Quero contar da solidariedade de parentes, amigos, pessoas comuns, muitas até desconhecidas, e dos profissionais de saúde competentes e sensíveis que encontramos pelo caminho.
Por outro lado, também quero contar as experiências negativas que tivemos nas mãos de maus profissionais de saúde e das desastrosas experiências em alguns hospitais.
Contar nossa história é, também, uma tentativa de ajudar aqueles que estejam passando por algo semelhante ou iniciando uma travessia difícil e mostrar-lhes que a vida, mesmo quando se torna diferente daquilo que planejamos, vale a pena ser vivida!

 

SOLICITE UM LIVRO
R$ 24,90 (frete incluído) - Através de depósito em conta corrente.
BRADESCO - AG. 1382-0 - C/C 59.000-2

Preencha o formulário abaixo para solicitar o livro em PDF.
Escreva o seu e-mail e receba gratuitamente.

Nome:
Email:
Cidade:
DDD: Telefone:
 

Links Patrocinantes

Depoimentos espontâneos sobre livro:

depoimento Pedro você é um garoto adorável, um presente que Deus enviou para Liane e Manoel. Você é muito especial!!!! Eu te amo muito, não só como irmã e sim como sua amiga. Você escolheu viver assim para ensinar lições para todos, porque cada um que nasce tem uma função. Te amo!
Vitória, sua irmã,
São Paulo SP

depoimento Não consegui parar de ler da hora que ví o E-mail até terminar o livro!!! Lí cada linha sorvendo as palavras, me remetendo às situações e lembrando de situações vividas por mim, enquanto Enfermeira de terapia intensiva, e enquanto mãe de UTI, que fui por 2 vezes. Não chorei durante a leitura, e não estranhei isso... Me ví diante de uma história de luta, incessante, por um grande amor... De vocês por Pedro, de Pedro pela vida. Ele não tem que ter as minhas lágrimas, ele tem que receber, sim, meu aplauso, de pé!!! A caminhada de vocês foi (e algumas vezes sei que ainda é) árdua, física e emocionalmente. Mas vocês deram as cores certas a ela. Não existe em nenhum momento "o que ele poderia/deveria ter sido" existe o que ele é, especial assim, ilimitado, pois está aí com vocês contrariando muitas expectativas... Parabéns por terem recebido do nosso Pai Celestial um presente desse tamanho, pois ele confiou a vocês um verdadeiro tesouro, uma rocha, uma PEDRA, valente, guerreiro... Ele não confiaria um filho tão especial a pais que não fossem igualmente especiais... Contem com mais uma amiga nessa jornada! Pedro está em minhas orações e de minha família!
Um abraço,
Fernanda.
Natal - RN

depoimentoNa sexta-feira, assim que cheguei em casa já tarde da noite, recebi a encomenda com o livro com a história de Pedro. Na mesma noite devorei o livro todo. Em menos de uma hora já tinha lido e relido cada página uma dezena de vezes.
Assim que terminei de ler, tive o instinto de entrar no site novamente para ler os depoimentos das pessoas que também leram a história. Fiquei um pouco atordoada quando me dei conta que tive uma reação completamente diferente de todos aqueles relatos ali publicados. É sobre essa minha impresão que faço questão de compartilhar com vocês.
(...) Li cada uma das páginas com um sorriso no rosto. Sabe quando a gente vê um filme da Sessão da tarde pela vigésima vez, sabe o final feliz, tem até algumas falas decoradas e ainda assim se emociona com as mesmas cenas, como se fosse a primeira vez que assistimos? Foi assim que me senti. 
A cada página virada, no fundo do meu coração eu sabia que não importava o que relatassem ali, o Pedro seria um vencedor. Pelo simples fato de que ESSE é o Pedro. E se não fosse assim, não seria ele. No fundo, eu pensava: "Que mandem quantas tormentas julgarem necessário, ele vai conseguir", como se isso fosse óbvio e certo. Em vez de aumentar a minha angústia, as páginas me acalmavam, como se eu estivesse lá, e Pedro estivesse nos dizendo que ia nos provar o quão forte e lutador ele é. 
Foi essa a sensação que tive com o livro. Não somos nada diante dele, da força dele, da garra dele. Enquanto uma simples agulha nos deixa desconcertados, Pedro tira de letra. Sente sua dor e seu sofrimento em seu mundinho particular, mas tem uma vontade de viver que talvez seja maior que a de todos nós somados. 
Enquanto talvez pessoas como eu, por exemplo, só tenha Deus e minha familia para lutar comigo em um momento difícil, Pedro tem Deus, a família, os amigos, os fãs, os admiradores, os anjos, e todas as outras quaisquer entidades que hajam nesse mundo, que nossa singela consciência não é capaz de perceber. Enquanto somos um, ele é um batalhão. E cada dia que passa sinto mais admiração por esse lindo rapaz. Enquanto me abalo com uma bronca de um chefe no trabalho, Pedro suporta internações, agulhas, procedimentos, cirurgias, hospitais e tanta gente com coração ruim que não sei nem imaginar de onde ele tira tanta força. Certamente, uma daz razões é o amor que sente por vocês. Vocês lutam para oferecer a ele uma vida boa, com amor e carinho. E Pedro luta para agradecer, da forma dele, para permanecer com vocês o máximo de tempo possível. Para participar das festas de aniversário e todas as viagens e programas que proporcionam a ele. 
Tenho certeza que Pedro é mais feliz do que muitos de nós chegaremos a ser algum dia na vida. E que o amor que carrega em seu coração é tanto, tanto, tanto, que não cabe apenas em seu coração, e transborda pelas maõzinhas delicadas, pelos olhos brilhantes e pelo sorriso quase imperceptível. 
Muito carinho e abraços a vocês, maravilhosos pais e muitos, muitos, muitos beijos a Pedro. 
Fernanda Lattarulo Campos - Brasília.

Olá Liane, confesso que tive o cuidado de me preparar para ler a história de Pedro. Sabia que iria me emocionar não só pelos momentos de aflição que vocês viveram, mas mais ainda pelo alívio da recompensa e dos verdadeiros milagres que aconteceram e que continuam acontecendo... Lembro-me que quando ficava sabendo dos dias difíceis, que vocês enfrentavam, pedia a Deus que protegesse Pedro e desse coragem a vocês. Em seu relato, você conseguiu expressar de uma maneira sublime tudo o que passaram. Transmitiu a verdadeira fé e a onipotência do verdadeiro amor. Seus poemas retrataram a emoção e a grandeza do seu perfil materno. Em seu livro, você diz que agradece a Pedro por ser sua mãe, mas acredito que todos os dias ele agradece a Deus por ter escolhido você para ser sua mãe e Nezinho para ser seu pai. A tranquilidade transmitida pelo olhar de Pedro na capa do livro traz a mesma sutileza dos girassóis à procura da luz do Sol para o desbrochar da vida. Sempre admirei seu trabalho como professora, agora te parabenizo como uma excelente escritora e poetiza.
Eliza - São Paulo

Passei parte da madrugada lendo o livro da Liane sobre o Pedro. Adorei! Chorei muito, me emocionei muito e mais uma vez senti a força, a garra, o exemplo de vocês e fiquei muito feliz com a vinda da Vitória. Feliz por ela, por vocês, pelo Pedro.O prefácio da Paula, sobre o qual você já havia falado, é também comovente e o fato de vocês terem feito da carta o prefácio me tocou muito. Parabéns! Parabéns por tudo, tudo.O título do livro é perfeito. É tão bonito, tão verdadeiro, traduz perfeitamente tudo que vocês vem vivendo. A capa é linda. A carinha do Pedro, uma delícia. O texto da Liane é maravilhoso. Sensível, claro, comovido. As passagens em que ela fala do silêncio e do olhar do Pedro são para mim, passagens memoráveis. E, claro, muito identificáveis. Sinto algo muito parecido quando estou com o meu Pedro. Os trechos sobre os médicos, hospitais, sobre as dificuldades, a desumanização da medicina foram também vividos por nós. Mesmo que – como diz a Liane – nestes 20 anos algo tenha mudado, ainda falta muito. Muitas vezes nestes últimos 7 meses, nos vimos chocados, pasmados com algumas reações e atitudes, em especial, dos médicos.Por fim, Manoel, mais uma vez, o meu, o nosso (de toda a minha família) muito obrigada. Obrigada a você pela gentileza em me telefonar, em entregar tão rapidamente o livro. Obrigada a você, à Liane, ao Pedro, à Vitória pela trajetória bonita, combativa. Obrigada pela solidariedade e compaixão.Um grande abraço a você. Um grande beijo pro Pedro, pra Vitória, pra Liane.
Com carinho e admiração,
Anaelena - São Paulo.

depoimento 2Nao há  nem o que dizer, a nao ser tentar colaborar de alguma forma. Lendo isso percebemos como somos pequenos diante do mundo, neuroticos com problemas singulares e nao fazemos o principal no dia a dia, distribuir amor. Claro que tentamos dar o melhor, mas diante dessa historia de vida, percebo que o meu melhor ainda esta tao longe. Sou mãe também de um Pedro hoje com 05 anos, tenho 37 anos, e tentei me colocar  no seu lugar como mae....é doloroso...é realmente uma luta.
Adriana Romasanta - Campinas.

depoimento 3Deixo aqui um abraço para o Pedro. Na verdade um anjo presente entre nós. Aos Pais, que continuem vivendo intensamente esse amor incondicional a ele.
Alexandre - Itajubá MG

depoimento 4Em primeiro lugar, gostaria de parabenizar a vocês pela dedicação e amor que claramente vocês desprendem a seu filho, sei que como pais, nos parece normal, ser assim, mas se olharmos bem, vemos muitos pais  que não passaram por nem 1/3  de tudo isso que vocês passaram, reclamando e se arrependendo de ter tido filhos ... por isso minha admiração !!!
Monica - São Paulo.

depoimento 5Cada vez que a minha fé é provada Deus nos dá a chance de crescer cada dia mais. Pedro é um presente de Deus, e creio que ELE ja esta atuando sobre sua vida.
Luana - Santo André.

depoimento 6Pedro, sou pai de três filhos, todos sadios. Quero agradecer a você por me fazer entender o quão abençoado sou pelo nosso Pai e por essa dádiva. Por outro lado, também entendo melhor porque tenho que me voltar para a prática do amor ao próximo. Obrigado Anjo de Luz, tenho certeza que é muito mais feliz do que muitos pois está cumprindo sua missão!
Carlos Alberto - São Paulo

depoimento 7 Olá pais queridos!!! Primeiro parabéns por toda luta e esse amor incondicional, pela vida e em especial pelo PEDRO. Ganhei o livro e tive o prazer de ler essa linda historia, de lutas e vitórias, e me emocionei bastante...o livro é lindo, é uma lição de vida pra muitos seres humanos que reclamam de tudo, que acham que a vida é dificil. Obrigado por contar esse história para o mundo, tenho certeza que todos os que tiverem a oportunidade de ler esse livro, vão se emocionar como eu, e vão guardar como lição.
Necy Nunes - São Paulo

Que neste novo milênio estejamos livres para apreciar as coisas belas e muito especiais com as quais somos presenteados a cada dia.    


Vídeo feito pelo pai

É muito difícil dimensionar quantas pessoas no mundo receberam este e-mail...mas é muito fácil dimensionar quantas pessoas boas neste mesmo mundo solidarizaram com o nosso apelo...graças a todas estas pessoas que enviam boas energias Pedro comemora este ano 22 anos de idade...e tudo isso com apenas meio pulmãozinho. Muito obrigado a todos.

e-farsa

Texto emocionado dos pais de Pedro,
um garoto portador de uma doença
que nenhum médico consegue
diagnosticar!

Pesquisado por: Gilmar Henrique Lopes
Essa triste carta circula pela rede desde 2004 e emociona a todos. Em um texto desesperado, os pais de um garoto chamado Pedro, tentam achar alguém que descubra qual o problema do filho.
A mensagem pede para ser repassada e é  claro que o mais fácil a se fazer nesses casos é apenas repassar o e-mail. É muito mais simples apenas encaminhar o e-mail e jogar o problema nas mãos dos outros do que tentar ajudar de alguma forma. 
Mas não é bem por aí:
Fazendo uma simples busca na internet, descobrimos que o Pedro existe, sim, mas esse texto já está defasado. A própria família criou um site para o Pedro e através desse canal, avisa a todos:
"Se você recebeu este e-mail peço a gentileza de não repassá-lo. Apenas divulgue o site por estar atualizado."
Mas, o que há por trás dessa história do garoto Pedro?
O que aconteceu foi o seguinte: Os pais do Pedro escreveram um carta direcionada aos médicos para que estes ajudassem no diagnóstico da doença do menino. Então, alguém deve ter desviado esse texto para a web e aí... já viu, né?
A família não reclama pelo fato da carta ter se espalhado pela internet! Pelo contrário, segundo o site do Pedro, isso fez com que a família tivesse contato com várias pessoas, no mundo inteiro.
Pedro fará 22 anos em abril de 2011. Até hoje seus pais não receberam um diagnóstico preciso do que seja a real doença de Pedro, mas estão escrevendo um livro que contará toda a vida de luta da família e do Pedro, que é, sem dúvida, um lutador!

Ao invés de repassar essa corrente, aproveite para conhecer o site do Pedro e, se quiser ajudar, veja lá o que a família está precisando e ajude de alguma forma.
Conclusão! História verdadeira!

Admito que o deficiente seja vítima do destino, mas não posso aceitar que seja vítima também da nossa indiferença.
John Kennedy

O que podemos fazer por nossos filhos portadores de deficiência profunda?

Para se obter o benefício do INSS no Brasil um trabalhador normal tem que contribuir 35 anos para ter uma "digna" aposentadoria, a mulher apenas 30.

A Câmara do Deputados aprovou um projeto muito importante relativo a aposentadoria dos portadores de deficiência que trabalham com carteira assinada. Agora o projeto se encaminha para o Senado e se aprovado ainda dependerá de aprovação do Presidente da República, mas a primeira barreira já foi ultrapassada. Uma ótima notícia para os deficientes físicos que de alguma forma ou outra podem exercer uma função.

Com a nova lei, o deficiente com grau leve teria uma redução de 5 anos ao prazo normal (contribuiria 30 anos), com grau moderado a redução passa a ser de 8 anos (contribuiria 27 anos) e os que tem deficiência grave teriam redução de 10 anos (contribuindo 25 anos).

Portadores de necessidades especiais constantes como o Pedro, que nascem ou adquirem deficiências graves no início da vida não recebem benefícios algum do governo. Os pais traumatizados pela nova vida passam seus primeiros 10 anos de vida tentando descobrir o que aconteceu com o filho. Depois, aqueles que não perderam seus filhos, seguem descobrindo alternativas com a nova vida de cuidador. O filho especial é o foco principal da família e tudo se resolve conforme o melhor para ele.

Pessoas especiais com deficiências gravíssimas não conseguem viver mais que 30 anos. São inúmeras as deficiências colaterais adquiridas no meio da vida que o impede de viver mais. É difícil até para os pais que também envelhecem e já não os carregam com maior facilidade.

E o Governo pede que o cidadão deficiente contribua 25 anos para obter uma aposentadoria.

Quero aqui neste espaço iniciar uma luta pela extensão do grau de deficiência medido pelo INSS concedendo a estas pessoas a isenção total de contribuição e recebendo o benefício a partir do segundo ano de vida, uma vez que seus pais já contribuem há algum tempo, bem como plano especial de saúde.

leia mais em pormeufilho.blogspot.com

Informação, Direitos, Receios, Conquistas, Dúvidas, Dignidade, Inclusão, Aceitação, Qualidade de Vida ...